>A notícia vem na sequência de a Google ter anunciado que vai deixar de suportar nativamente este codec no seu browser.


Segundo o Slashgear, a Microsoft lançou um plug-in H.264 para o Google Chrome. Este codec funciona na versão Windows do browser. A empresa aproveitou, ainda, para informar que o Internet Explorer 9, a próxima versão do browser da empresa de Redmond, irá suportar tanto H.264 como WebM, o codec de vídeo da Google.
Dean Hachamovitch, da divisão do Internet Explorer na Microsoft, disse que qualquer usuário de Windows “deverá ser capaz de ver vídeo na Web” e que “o nosso suporte ao H.264 resulta da nossa visão sobre um robusto ecossistema de Internet e vídeo, que providencie um nível de funcionalidade rico, é o produto de standards abertos como a especificação HTML5, e está livre de ataques legais. A Microsoft é agnóstica e imparcial acerca do formato de vídeo para o HTML5, desde que a liberdade continue”.
Hachamovitch levanta, todavia, algumas questões sobre a posição da Google relativamente a standards abertos, querendo saber se a emprsa estará disposta a tornar o WebM numa plataforma verdadeiramente aberta, e questionando sobre de quem será a responsabilidade caso apareça alguém a reclamar por patentes suas usadas no WebM.

Fonte: Exameinformatica, PT.

Enhanced by Zemanta
Anúncios