O momento pode estar difícil para livrarias de bairro nos Estados Unidos, mas as pessoas estão lendo mais do que nunca e os livros eletrônicos estão atendendo os amantes de livros que buscam de biografias de famosos a livros de ficção.

“Só temos tido notícias boas este ano. Em geral, a leitura tem se tornado mais popular”, disse Chris Schluep, editor sênior de livros da Amazon, maior vendedora de livros na Internet dos EUA.

“Agora é muito fácil comprar um livro”, disse Schluep. “Vemos que o hábito da leitura tem crescido em meio à população”.

Em maio, a Amazon anunciou que entre 1o de abril e 19 de maio vendeu 105 livros eletrônicos para o Kindle para cada 100 livros impressos.

 

Artigo completo em: Hábito de leitura cresce nos EUA e está cada vez mais eletrônico

Anúncios