O Governo Federal fechou um acordo com as grandes operadoras de banda larga no Brasil para oferecer seis bilhões de reais em incentivos fiscais para as companhias cumprirem suas metas de universalizar o acesso à web no país e melhorar a qualidade da conexão à internet.

A informação foi publicada na edição de ontem (25/02/2012) da Folha de S. Paulo. Segundo o jornal, as teles pressionaram o governo pela redução tributária por ao menos cinco anos.

Neste período, as empresas que construírem ou melhorarem suas redes poderão deixar de recolher parte do IPI (alíquota cairá de 15% para 3%) e terão isenção de PIS e Cofins que, juntos, somam 9,65% ao custo da construção de novas redes.

A medida é um incentivo para que empresas do setor de telecomunicação invistam na expansão de redes de fibra ótica e rádio. A desoneração é um pedido das teles para cumprirem as metas estipuladas no Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

 

 

 

Mais detalhes em: Para cumprir metas, teles terão benefício de R$ 6 bi

Anúncios